QR code e suas aplicações: como funciona?

Entenda como o QR Code funciona e descubra os benefícios em utilizá-lo em aplicações da sua empresa ou marca.

Gradativamente, a tecnologia toma conta do nosso dia-a-dia, influenciando e facilitando nossas vidas. Neste contexto, o famoso QR Code ganha espaço, tornando-se cada vez mais indispensável.

Os códigos QR são usados não somente em mídias impressas (revistas, cartões, embalagens, panfletos, entre outros). Mas, também, em sistemas de pagamento, ações publicitárias (websites, outdoors e workshop) fábricas, distribuidoras e indústrias (logística e gestão de admissão, controle de venda e estoque)... Até mesmo em documentos pessoais.

Antes de saber como o código QR funciona, vamos ver o que é?

O que é QR Code?

Bom... Você já deve ter visto por aí aquele quadrado cheio de pixels, recheado de outros pequenos quadradinhos pretos ou brancos.  Pois bem, ele é chamado de Código de Resposta Rápida (Quick Response Code).

O QR Code foi criado em 1994 pela empresa japonesa Denso-Wave, com o objetivo de ser rapidamente interpretado pelos equipamentos de leitura. É como se fosse um ‘upgrade’ dos tradicionais códigos de barra.

Comparando as variações de Códigos QR e Códigos de Barra.

Mas o legal desta tecnologia é que seu uso vai além da técnica: engloba diversas campanhas de marketing, principalmente que implicam na geolocalização, lançamentos, promoções, apresentação pessoal, recrutamento, e por aí vai.

De fato, o uso deste código pode ser uma solução prática, útil e criativa, pois o QR Code aplicado em materiais institucionais gera uma imagem positiva do profissional para seus contatos e clientes.

Como funciona o QR code?

Enquanto os códigos de barras convencionais lidam com limite de dados – cerca de 20 dígitos da informação, os códigos QR podem expressar uma grande capacidade, de até 7.089 caracteres – apenas números.

  • Numérico: 7.089
  • Alfanumérico: 4.296
  • Binário (8 bits): 2.953
  • Kanji/Kana (alfabeto japonês): 1.817

O QR Code é um símbolo bidimensional (2D). Por isso, nele pode conter informações tanto na horizontal bem como na vertical – essa é a diferença do código de barras, que permite leitura apenas na dimensão horizontal.

Inclusive, para delimitar o tamanho e a área do código, é necessário que o QR Code esteja envolto por margens brancas por todos os lados.

Além de suportar uma imensa quantidade de informação, o código QR também pode manipular qualquer dado: números, alfabetos, kenji, kana, hiragana, símbolos, binários, códigos de controle, etc.

Como ler?

A indústria da comunicação vê grandes oportunidades com essa ferramenta, capaz de automatizar tarefas cotidianas sem precisar digitar qualquer informação.

Por exemplo, é possível agendar algum evento, abrir um website, enviar alguns e-mails, salvar os dados de algum contato e etc. Isto é, o usuário pode efetuar diversas tarefas apenas apontando seu telefone para um QR Code.

Por isso, os novos aparelhos vêm com o leitor de QR Code instalado de fábrica. Já nos mais antigos, para ler o código é preciso instalar um aplicativo em seu celular, compatível com o modelo. (Veja uma lista desses programas)

Vamos supor que você introduziu o QR Code em seu cartão de visita profissional. Logo, não há necessidade de colocar no cartão todos os serviços oferecidos pela empresa.

QR e suas aplicações

Exemplo de cartão de visita profissional com QR Code, produzido aqui na agência Caos.

Basta o usuário fazer a leitura com o smartphone, em seguida irá pedir para confirmar se desejas inserir os dados na lista de contatos e pronto!

E em outras aplicações?

Já em 2015, o WhatsApp, adotou o QR Code como método para sincronizar o aplicativo com o computador, permitindo que os usuários acessem suas conversas por meio do navegador.

O LinkedIn também aderiu essa ferramenta. A partir de 2018, passou a oferecer para cada usuário seus próprios código QR exclusivo, facilitando conhecer alguém off-line e manter contato com eles na rede social.

Hoje em dia, já é possível encontrar os códigos QR em estacionamentos, cardápios, etiquetas, jogos, aplicativos, comércio online e até mesmo na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Como gerar Códigos QR?

Para criar um QR Code de seu perfil ou negócio, há diversos sites gratuítos disponíveis para você poder gerar o seu. Recomendamos utilizar um dos links à seguir:

Escolha o conteúdo que deseja codificar: insira um endereço web, texto, número de telefone ou SMS; selecione o tamanho do QR Code e clique em “Generate”.

A agência Caos faz!

Ainda por cima, o QR Code é acessível para qualquer pessoa ter em seu material institucional. E, ao mesmo tempo, usar em uma divulgação de campanhas publicitárias da empresa.

Afinal, um código muito consistente ou compacto, consequentemente requer alta qualidade de impressão e definição. Para que os muitos pontos não se misturem uns com os outros e, assim, tornar-se legível.

Caos Design + Web, ótimas ideias para seu empreendimento!

Ou seja, para ler um código denso, é necessário um software de leitura com boa precisão também. Para isso, contrate uma agência com know-how neste assunto. Sendo assim, esta é uma solução que remete à modernidade e estabelece maior praticidade para o público.

Aqui, na agência Caos, oferecemos essa alternativa criativa para nossos clientes.  Além de resultar em um layout mais ‘clean’ – dando maior ênfase para a marca ou empreendimento.

Deixe uma comentário!